APPMBA se manifesta sobre a não inclusão de policiais e bombeiros militares em grupo prioritário para imunização contra Covid-19

Postada, 05 de março de 2021 às 19h13

A Associação de Praças da Polícia e Bombeiro Militar da Bahia-APPMBA- vem a público se posicionar contra o planejamento do Ministério da Saúde que não prioriza os profissionais segurança pública no plano de vacinação contra covid-19.

Conforme nota técnica do próprio Ministério da Saúde, a categoria foi reconhecida como serviço essencial, então, ressaltamos a importância da inclusão dos militares estaduais neste grupo. Entretanto fomos surpreendidos com a decisão que os presidiários são considerados mais importantes que estes, e receberão a vacina primeiro. 

No dia 29 de janeiro protocolamos ofícios nas Secretarias de Saúde e Segurança Pública, nos Comandos PM e CBM. Em reunião com os Comandantes Gerais das instituições eles afirmaram que estão em tratativas com a área sistêmica do governo. 

O número de guerreiros e guerreiras que perderam o combate para covid-19 só tem aumentado, cresce também o número de hospitalizados e em quarentena. É preciso que esses profissionais sejam vistos e tratados com mais respeito e olhar humano. São pais, mães e filhos saem para proteger vidas, enquanto as suas e dos seus seguem à deriva. 

A APPMBA segue em defesa da tropa e na luta para que todos sejam imunizados o mais breve possível.

Comente!