Associações dos militares estaduais criará substitutivo ao projeto que reajusta o soldo da tropa

Postada, 15 de novembro de 2017 às 15h02

Em mais uma rodada de discussões sobre o Projeto de Lei 22549/2017 que trata sobre o reajuste do soldo da tropa, as Associações dos praças e dos oficiais militares estaduais se reuniram na tarde de ontem, 14, na Sede da Força Invicta. 

Inconformados com a proposta do atual projeto, as lideranças deliberaram pela criação de um substitutivo que será produzido a partir de uma comparação  salarial da tropa ao longo destes doze anos de governo, onde serão apontadas as perdas salariais da categoria. 
Posteriormente, o documento será anexado a uma Carta Aberta que será entregue ao governador Rui Costa. 


Para que seja ajustado no projeto aquilo que foi retirado da categoria pelo governo anterior, as  Entidades propuseram a  reinclusão da data base, o descongelamento  da GAP, a extensão da GAP V para os inativos, o aumento na GAP e no Soldo, a inclusão do auxílio transporte e periculosidade e a isonomia na PM. 
Ainda na ocasião, os representantes aprofundaram o diálogo sobre a criação da Federação dos Militares do Estado da Bahia que vai congregar todas as entidades do estado, com o objetivo de fortalecer e unificar os direitos da tropa. 

Estiveram presentes no encontro lideranças da APPMBA, ABSSO, Força Invicta, APRATEF e ABME. 
A APMO não compareceu mas tem deliberado junto ao grupo.

Comente!