Associações dos policiais discutem greve, salário unificado e PECs em Brasília

Postada, 05 de agosto de 2015 às 0h27

Durante os dias 04 e 05 de agosto acontece em Brasília o XI Fórum Nacional de Segurança Pública, no auditório Antônio Carlos Magalhães, no Senado Federal. O presidente da Associação de Praças da Polícia Militar da Bahia (APPMBA), SGT PM Roque Santos, o diretor financeiro, SGT PM Antônio Jorge e o coordenador geral, SGT PM Pinto estão participando do evento, que é uma realização da Associação Nacional de Entidades Representativas de Militares e Bombeiros do Brasil (ANERMB) e conta com a participação de dirigentes de classe de vários Estados brasileiros, dentre eles São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraíba, Amapá, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, Ceará, Pará, Paraná, Mato Grosso, Santa Catarina, Acre, Alagoas e Piaui.

Diretores de associações de policiais militares de vários estados do Brasil estão reunidos nos dias 04 e 05 de agosto, em Brasília, no XI Fórum Nacional de Segurança Pública. Na oportunidade estão sendo discutidos assuntos de interesse da categoria, dentre eles a PEC024, que cria o Fundo Nacional da Segurança Pública; o PL 7645 de 2014, que prevê o fim das medidas restritivas de liberdade como punição administrativa previstas nos códigos disciplinares das corporações; o projeto de ascensão única para carreira policial e bombeiro militar; a PEC 56, que oferece nova redação ao §6º do Art. 144 da Constituição Federal para excluir a previsão de que as Policias Militares e os Corpos De Bombeiros Militares são Forças Auxiliares e de Reserva do Exército e o acesso único para carreiras militares estaduais.

Da reunião resultará um documento que será entregue ao senador João Capebaribe, com cópias pra os deputados federais também eleitos pela força dos policiais militares. São sete deputados federais hoje, o maior número já eleito pra representar os policiais na Câmara Federal.

Os policiais baianos estão representados pela Associação de Praças da Polícia e Bombeiros Militares da Bahia – APPMBA, através do Presidente SGT PM Roque Santos, do diretor financeiro SGT PM Antônio Jorge e do coordenador geral SGT PM Agnaldo Pinto.

O evento, que é uma realização da Associação Nacional de Entidades Representativas de Militares e Bombeiros do Brasil (ANERMB) e conta com a participação de dirigentes de classe de vários Estados brasileiros, dentre eles São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraíba, Amapá, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, Ceará, Pará, Paraná, Mato Grosso, Santa Catarina, Acre, Alagoas e Piauí.

Participaram ainda os seguintes parlamentares: senador João Capiberibe, deputado federal Major Rocha, deputado Major Olímpio, deputado federal Cabo Sabino e o deputado federal subtenente Gonzaga.

Repúdio – Em nota a ANERMB, que representa aproximadamente 700 mil militares entre policiais, bombeiros, inativos e pensionistas, repudiou o parcelamento do salário dos servidores. “Se for para cortar receitas que não seja do servidor que arrisca sua própria vida em prol do cidadão rio-grandense”, disse a nota.

Comente!