Carta Aberta aos deputados e deputadas federais da Bahia

Postada, 20 de agosto de 2020 às 11h13

Os Militares Estaduais são profissionais que prestam Serviço Essencial e compõem a Secretaria da Segurança Pública. Desde o dia 17/03, policiais e bombeiros militares do Estado da Bahia vem dando todo suporte necessário na busca em colaborar contra o avanço da COVID- 19 no Estado.

Frente a esta luta, infelizmente, já perdemos muitos militares estaduais para a COVID-19, quase 30% do efetivo foi contaminado pelo vírus, mas ainda assim estes homens e mulheres estão nas ruas no combate ao invisível. A dedicação exclusiva a proteção a sociedade, mesmo com risco de morte, torna a valorização profissional algo motivacional na vida e na carreira do Militar Estadual, estes que já tem vários direitos suprimidos (FGTS, SINDICALIZAR, GREVE, SER SÓCIO MAJORITÁRIO DE EMPRESA, entre outros) devido a sua atividade.

Diante do exposto, solicitamos que sejam sensíveis a categoria que tem sofrido de morte em prol da defesa da sociedade e votem conforme aprovação do Senado Federal que derrubou o VETO PRESIDENCIAL que trazia prejuízos incalculáveis a estes profissionais, impedindo reajustes salariais, contagem de tempo (impactando na reserva) para adicional de tempo de serviço e licença prêmio, bem como situações equivalentes. 

Ressalta-se que esses profissionais não podem parar, mesmo no estado de calamidade, (aliás nestes casos tem sobrecarga de serviço) portanto, é justo que tenham seus direitos assegurados.

Na Bahia são seis (6) anos sem reajuste salarial e hoje a valorização profissional dos militares estaduais está em suas mãos. Contamos com o voto dos Srs. e Sras. para derrubar o VETO PRESIDENCIAL da Lei Complementar 173/2020.

Comente!