Diretoria da APPMBA apresenta demandas dos bombeiros militares ao Comandante Geral, Cel BM Francisco Telles

Postada, 02 de julho de 2019 às 13h57

Visando tratar de demandas dos Bombeiros militares, a Associação de Praças da Polícia e Bombeiro Militar da Bahia – APPMBA, através da sua diretoria, reuniu no dia 19 de junho, com o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia - CBMBA, Cel BM Francisco Luiz Telles de Macedo.

Na pauta, assuntos como: LOB,Hora extra, Permuta de Serviço, CAS, CFOA Bonificação ( Prêmio por desempenho) para o CBM e a situação dos soldados novos em relação à CET. 

Sobre a LOB, o comandante afirmou que já existe um Grupo de Trabalho, coordenado pelo TC BM Nelzito, para aperfeiçoar a Lei n°13.302, que trata do referido tema, inclusive com proposta para aumento do efetivo.

Quanto ao CFOA, o Cel BM Telles salientou que não há previsão, por falta de vagas. Esse é um dos motivos da importância da aprovação de uma nova LOB CBM, até por uma questão de valorização do efetivo. O presidente da APPMBA, SGT PM Roque Santos, sugeriu a possibilidade de migração de vagas, mesmo que temporária do QOBM para o QOABM. O comandante argumentou que gostaria muito de atender a sugestão, mas, essa possibilidade depende de mudanças na LOB e isso só pode ser feita por indicação do governador e aprovação na Assembleia Legislativa.

Referente ao CAS, informou que já está finalizando a estruturação e será 75% EAD e 25% presencial, com previsão de início em setembro. 

Sobre a questão da permuta de serviço, o Comandante afirmou que não há dificuldade se houver cumprimento das horas solicitadas e que vai verificar com os comandantes de unidades, quais as dificuldades e fazer os devidos ajustes. 

Em relação as horas extras, o comandante informou que existe em todas as unidades uma cota disponibilizada para o efetivo. 

No que tange ao CET dos soldados novos que estão recebendo como administrativo, o Comandante orientou que os mesmos devem informar a secretaria das suas respectivas unidades, para que seja realizada a correção. 

Outro assunto que ganhou destaque foi a questão do Prêmio por Desempenho Policial (PDP) que exclui os Bombeiros. A vice presidente da APPM, Sd PM Alaice questionou sobre os critérios e diz que a Bahia devia seguir o exemplo de Pernambuco, sem excluir nenhuma instituição que integra a SSP. 

Na oportunidade, a diretoria reforçou sobre a necessidade da criação de um Centro de Formação de Condutores do Bombeiro (CFC), sendo informado pelo comandante que há interesse da corporação em executar a implantação. 

Ao final da reunião, os diretores da APPMBA realizaram visita ao SEVAP para conhecer a estrutura, o local realiza atendimento psicossocial aos bombeiros e dependentes.

Comente!