História da APPM-BA

    A Associação de Praças da Polícia e Bombeiro Militar da Bahia – APPMBA fundada em 15 da outubro de 1959, sob o protetorado de São Jorge e com a denominação de Centro Social Beneficente dos Cabos e Soldados da Polícia Militar da Bahia reconhecida como utilidade pública pela Lei Estadual nº 1948, de 18 de dezembro de 1963, e Lei Municipal nº 2405, de 30 de agosto de 1972. Sendo uma entidade jurídica de direito privado, constituída sob a forma de sociedade civil sem fins lucrativos ou de fins não econômico, com sede na rua Machado Monteiro, nº 175, Caminho de Areia, CEP: 40.455-160, Salvador – BA, Brasil e CNPJ: 13.567.722/0001-74, a APPMBA é filiada à Associação Nacional das Entidades Representativas da Polícia e Bombeiro Militares do Brasil – ANERMB.

    Criada por um grupo de companheiros abnegados que decidiram ter um instrumento de luta em defesa dos direitos da categoria, liderado pelo cabo PM Antonio Ferreira de Souza, conhecido carinhosamente por Cabo Butina “in memória” sendo eleito o 1º presidente e idealizador desta e egrégia associação, convêm enaltecer a bravura destes denotados guerreiros que à época ficaram presos por oito dias incomunicáveis por desafiar a sistema repressor da época.

    Apoiados pelo então TEN CEL e vereador de Salvador, Demóstenes Paranhos, que cedeu a garagem da sua residência para instalar a sede provisória, na rua Henrique Dias, em seguida, foi comprado uma parte do terreno da sociedade 1º de maio, onde hoje está situado a sede administrativa Cabo Valério Rodrigues Lima, ex-presidente da entidade. 

    Agregando cada vez mais um elevado número de associados diretos e de dependentes, ao longo dos mais de cinqüenta anos de sua fundação, a instituição teve avanços significativos com a criação de várias regionais espalhadas por várias cidades do estado: 1ª Regional - Ilhéus, 2ª Regional - Alagoinhas, 3ª Regional - Itabuna, 4ª Regional – Jequié, 5ª Regional - Feira de Santana, 6ª Regional - Vitória da Conquista, 7ª Regional - Eunapólis, 8ª Regional – Irecê.

    O empreendedorismo sempre foi a marca da Entidade com a construção de obras como, o Clube Social de Lauro de Freitas, CB Nelson Gabriel de Jesus - ex-presidente, Centro Social de Cajazeiras, Arivaldo Franca - ex-presidente, Clubes Social de Jequié, Clube Social de Ilhéus, Clube Social de Vitória de Conquista, Clube Social de Feira de Santana, SGT PM Agnaldo Pinto de Sousa – ex-presidente, entre outros.

    Ainda sobre investimentos, vale ressaltar a compra de um terreno em cidades como Itabuna e Alagoinhas e a construção de um Centro Social na cidade de Porto Seguro.

    Como missão, a APPMBA defende os direitos da classe, promovendo e intensificando a coesão de seus associados, para solidificação do seu valor representativo junto aos poderes constituídos a fim de protegê-los no exercício de suas funções para grandeza da Entidade e garantia da integridade funcional de cada associado. 

    Como visão, a entidade tem a de propor ao poder competente através do seu diretório, medidas tendentes à revisão de leis e regulamentos, visando lograr maior eficácia na sua aplicabilidade, a bem do interesse da classe.

    Quanto aos valores, a APPMBA preza pelo respeito, pela ética, pela responsabilidade, pelo comprometimento, pela eficiência, pela transparência, pela fidelidade e pela luta na defesa dos interesses de seus associados policiais e bombeiros militares, buscando cada vez mais, está próximo dos mesmos com o objetivo constante de conquistar a sua valorização profissional perante ao governo do estado e à sociedade baiana. 

    Comente!