Policiais militares recebem título de Cidadãos Itaparicanos

Postada, 26 de outubro de 2020 às 18h56

Nesse domingo, 25, Itaparica comemorou 189 anos de emancipação política e como parte das comemorações, a Câmara de Vereadores do município concedeu o Título de Cidadão a alguns profissionais que prestam ou prestaram serviços de grande relevância junto a população local. 

Dentre os homenageados estão o Cb PM Augusto e o Cb PM Nobre, profissionais da segurança pública, que por tanto benfeito em prol dos Itaparicanos, receberam orgulhosamente este Título. Gesto raro de ser ver, pois a atualmente estes profissionais não tem o devido reconhecimento. 
 
Em seu discurso, a prefeita do município, Marlylda Barbuda, elogiou e agradeceu o trabalho dos policiais, ressaltando a importância deles para a localidade, bem como os outros profissionais atuantes em parceria com ambos. 

O Cb PM Augusto iniciou o seu trabalho como policial militar em Itaparica no final do ano de 2003, lá passou 16 anos. Atuou inicialmente na Ronda Escolar e logo veio a oportunidade de participar do Curso Nacional de Formação de Instrutores PROERD - Programa Educacional de Resistência às Drogas, tornando-se responsável por ministrar aulas nos municípios de Itaparica, Vera Cruz e Salinas da Margarida, bem como educar crianças e jovens no combate às drogas. Atualmente também exerce o cargo de Secretário Geral da APPMBA.

O Cb PM Nobre é natural do Ceará, porém chegou na Ilha ainda criança e desde cedo sentiu na pele as dificuldades para conseguir concluir os estudos, mas não desistiu de conquistar os seus sonhos. Morador da comunidade de Misericórdia, Nobre, também apelidado carinhosamente de “Delegado de Misericórdia”, é querido por todos; crianças, adolescentes, idosos e comerciantes. Desde sempre atua no serviço operacional, mas constantemente orienta os jovens da comunidade e adjacências sobre quais caminhos devem seguir. A sua generosidade e simplicidade cativa a todos que o cercam.

Dois homens, dois filhos, dois irmãos, dois pais, dois amigos, dois profissionais da segurança pública que todos os dias dedicam e arriscam suas vidas por vidas desconhecidas. A sociedade e governantes precisam reconhecer o trabalho desses profissionais. Trabalho este que é árduo, que para mudar de herói a vilão é em fração de segundos, bastando apenas tomar uma decisão errada que não agrade uma porcentagem de pessoas, porém necessária.

Comente!