XVII Fórum ANERMB acontece em Salvador nesta quinta-feira, 17

Postada, 18 de maio de 2018 às 7h03

Reunindo 23 entidades de todo o país, acontece na manhã desta quinta-feira,17, no Auditório Caturama do Catussaba Resort Hotel, o XVII Fórum Nacional das Entidades Representativas dos Policiais e Bombeiros Militares do Brasil - ANERMB.


Realizado pela ANERMB e pela Associação de Praças e Bombeiros Militares da Bahia (APPMBA), o evento tem por objetivo discutir temas de interesses dos policiais, bombeiros e pensionistas, que sempre vem buscando  garantir e conquistar direitos, na certeza de que isso refletirá em uma melhor prestação do serviço de segurança pública.


Em sua palavra de abertura, o presidente da APPMBA, Sgt PM Roque Santos, destacou os principais pontos a serem discutidos  e deu boas-vindas aos participantes.”Hoje falaremos de política, representação política, código  penal militar, suicídio nas corporações, uso de drogas ilícitas e dialogaremos com outros estados temas que possam constribuir na busca de melhores condições de trabalho para os nossos policiais e bombeiros militares de todo o Brasil. Assim sendo, gostaria de saudar a todos os companheiros aqui presentes que engrandecem e fortalecem a nossa luta e espero que cada um deles saiam daqui enriquecidos de conhecimento para continuar em busca dos seus objetivos nos seus  respectivos  estados”. 


Representando  o governador Rui Costa e o comandante-geral do CBMBA, Cel BM Telles, o  Cel BM Adolfo Jorge Dorea, subcomandante-geral do CBMBA, o subcomandante-geral parabenizou os organizadores e salientou a importância do evento para a segurança pública: "Deixo registrado minha satisfação em estar nesta cerimônia com o foco na união dos servidores públicos, pois nossas prerrogativas e dificuldades são as mesmas, independentemente de praças e oficiais. Somos policiais e bombeiros militares e defendemos nossas instituições com muito amor e afinco diuturnamente."

Após a cerimônia de abertura que contou com a participação do presidente ANERMB, Sargento PM Leonel Lucas, do  presidente  da APPMBA, Sgt PM Roque Santos, do subcomandante-geral do CBMBA, Cel BM Adolfo Jorge Dorea, do representante da Polícia Militar da Bahia, Ten  Cel  PM César, do presidente  da Associação de Cabos e Soldados de São Paulo, Cb PM Wilson de Oliveira Moraes, do ex comandante geral da PMBA, Cel PM Alfredo Castro e do representante da Associação dos Oficiais Militares Estaduais da Bahia – Força Invicta, Ten Cel Edimilson Tavares, teve início o ciclo de palestras. 


Discorrendo sobre a importância jurídica e legitimidade das entidades de classe, Dra. Danielle Rocha destacou a  necessidade em existir a representatividade nacional para que favoreça acionar questões judiciais no Supremo Tribunal Federal já que segundo ela, algumas vezes os Tribunais Regionais já não aceitam mais determinadas ações  o que pode ocasionar a falta de êxito e respostas para as necessidades dos associados. ”No STF existe  uma diferenciação de julgadores com um olhar diferenciado do Tribunal de Justiça local que pode sofrer interferências políticas. Desta forma, se faz necessário um representatividade nacional”.


A palestranda também enfatizou que apesar do Art. 103 da Constituição Federal que assegura a legitimidade ativa para proposituras no STF por confederação sindical ou entidade de classe de âmbito nacional, nem sempre é fácil porque o mesmo condicionou a  legitimidade destas associações porque se não iria surgir  inúmeras entidades  que não são representativas da totalidade dos interesses da polícia militar. 


Posteriormente foi a vez do presidente do PPL / Goiás, Cel PM João Batista de Oliveira, abordar sobre  importância da Estruturação de Partidos Políticos no Âmbito Militar que segundo ele uma associação estadual  sem uma representatividade nacional é como um filho sem pai citando exemplo da ANERMB que agrega entidades de todo o país e que contribui para o fortalecimento das suas lutas.



Clique AQUI e acesse a galeria de fotos.

Comente!